declaração Imposto de Renda 2021 deve ser feita apenas por alguns cidadãos de acordo com a faixa monetária dos seus rendimentos financeiros. Muitos brasileiros acabam até perdendo o sono de tanta preocupação com essa obrigação fiscal. Saiba mais sobre a declaração Imposto de Renda 2021.

Declaração Imposto de Renda 2021

declaração IRPF 2021 é feita de maneira obrigatória por todos os cidadãos que não estão incluídos na faixa de isenção. Quem recolhe esse valor de contribuição é o Governo Federal através da Receita Federal.

Fazer declaração do Imposto de Renda pode não ser tão complicado assim com as informações abaixo que vamos te dar.

Quem deve declarar o Imposto de Renda 2021?

Existem algumas exigências para quem for obrigado a fazer a entrega da declaração Imposto de Renda 2021.

Os requisitos e obrigatoriedades dos cidadãos que devem declarar em 2021 podem sofrer alterações em breve.

Confira abaixo quem deve fazer a declaração de IR 2021:

  • Indivíduos que tiveram rendimentos considerados tributáveis acima de R$ 28.559,70;
  • Indivíduos que tiveram rendimentos considerados tributáveis ou não tributáveis exclusivamente na fonte com valores acima de R$ 40.000,00;
  • Indivíduos que fizeram aplicações do tipo bolsa de valores ou de mercados futuros;
  • Cidadãos que obtiveram rendimentos por causa da alienação de bens e direitos;
  • Cidadãos que tiveram rendimentos anual rural acima de R$ 142.798,50;
  • Cidadãos que queiram compensar possíveis perdas e prejuízos de atividades rurais de anos anteriores;
  • Cidadãos que se tornaram residentes do Brasil a partir de 31/12/2019;
  • Cidadãos que tiveram a posse de bens com valor acima de R$ 300.000,00 a partir de 31/12/2019.

Tabela de Declaração Imposto de Renda 2021

Para você declarar o IRPF 2021, é necessário conferir a tabela com as alíquotas atuais e as faixas salariais.

Confira:

Alíquota de IR Tabela atual Tabela corrigida
Isento Até R$ 1.903,98 Até R$ 3.556,56
7,5% De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,66 De R$ 3.556,57 até R$ 5.280,09
15,0% De R$ 2.826,67 até R$ 3.751,05 De R$ 5.280,10 até R$ 7.073,23
22,5% De R$ 3.751,06 até 4.664,68 De R$ 7.073,24 até R$ 8.837,92
27,5% Acima de R$ 4.664,68 Acima de R$ 8.837,92

Como fazer declaração Imposto de Renda 2021?

Uma das maiores dúvidas dos cidadãos que precisam fazer a declaração Imposto de Renda 2021 é justamente acertar no preenchimento das informações.

Os cidadãos que são obrigados a fazer essa declaração devem ter alguns dados importantes e cruciais. Esses dados serão solicitados pelo sistema da Receita Federal.

Confira a seguir o que você deve ter em mãos para declarar esse imposto:

  • Valores atualizados da renda variável;
  • Valores recebidos de salários e quais foram os vencimentos;
  • Valores de aposentadorias recebidas, benefícios e pensões, quando for o caso;
  • Recibos de doações e pagamentos;
  • Cópias e documentos originais de dívidas, ônus, bens e direitos;
  • Informações sobre os dados pessoais – isso inclui números de CPF e RG, nome completo, dados da conta bancária, entre outros.

Quais são as maneiras de se fazer essa declaração?

Existem três maneiras de fazer esse tipo de declaração atualmente. Confira a seguir:

  • Através do computador com o PGD ou Programa Gerador da Declaração IRPF para 2021 que se encontra disponível nesse site oficial da Secretaria da Receita Federal do Brasil;
  • Através do celular pelo aplicativo “Meu INSS” que se encontra disponível na Play Store ou App Store.

Prazos e datas da declaração Imposto de Renda 2021

As datas e os prazos para declaração Imposto de Renda 2021 ainda serão definidas e divulgadas em breve. Abaixo você confere as últimas informações:

  • Data 20/01: Liberação de alguns programas auxiliares do Imposto de Renda como o Ganho capital e o Carnê Leão através do Portal da Receita Federal;
  • Data 23/02: Liberação do Programa IRPF para que seja feito o download no Portal da Receita Federal;
  • Data 02/03: Início da entrega da Declaração do Imposto de Renda;
  • Data 28/04: Término do prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda.
Read More → Declaração Imposto de Renda deve ser feita apenas por alguns cidadãos

Ex-bbbs saíram em fotos e causaram a agitação no festival Axé Brasil, que aconteceu na sexta-feira, 12, no Mineirão em Belo Horizonte. Do BBB 13 estavam presentes Marien, Kamilla, Anamara, Natália e Yuri e também o Wesley, do BBB 11. O clima de festa tomou conta dos ex-bbbs e assim como foi dentro do reality show, vários selinhos marcaram a amizade entre eles.

Anamara deu selinho em Natália, que estava no mesmo evento que o ex-brother Yuri, com quem teve um breve namoro dentro do BBB 13. Ao ser questionada pela presença do ex na festa, Natália disse não se importar e acrescenta: “Somos todos ex- bbbs”, segundo informações do EGO. Natália também deu selinho na ex-sister Anamara.

Festival Axé Brasil

A noite de abertura do festival Axé Brasil foi bem agitada com os shows de Jammil, Cheiro de Amor, Asa de Águia, Chiclete com Banana, Tomate e Psirico. O fechamento do festival, que aconteceu no sábado, 13, contou com Peixe, Tuca, Ivete Sangalo, Saulo, que está na carreira solo, Claudia Leitte e Parangolé. Um dos maiores festivais de axé music ganha destaque no estádio do Mineirão que está reformado, pronto para receber a Copa das Confederações, que acontecerá em junho deste ano. OsPaparazzi destaca Claudia Leitte grávida no festival Axé Brasil 2012.

Nova Fase do BBB Começa em Janeiro e os Brothers já estão em confinamento

E para você que ama acompanhar o Big Brother Brasil, vale a penas lembrar que já está marcada a data do BBB 2021, em janeiro começa a nova edição do programa, onde os brothers irão causar em busca do prêmio de 1.5 milhões de reais.

A votação do BBB 2021, poderá ser feita online ou por telefone, sendo ela por SMS ou Ligação, como de costume nas edições anterior do Big Brother Brasil. Além da votação muitas são as enquete BBB 2021 são lançadas para prever quem sairá do programa a cada semana, vale ressaltar que dentre as enquetes é importante saber que apenas a do site do gShow é oficial e é nela que você deve confiar. Mas também saiba, que a enquete não é a única exata e muita coisa pode acontecer até a noite de eliminação, não leve ela como 100% de certeza, mas ela demostra qual a preferencia do publico ao menos e você pode saber dessa forma se o seu participante queridinho é o mesmo dos outros telespectadores.

Read More → Ex-bbbs saíram em fotos e causaram a agitação no festival Axé Brasil

O calendário do PIS 2021 organiza as datas de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. Para sacar o benefício você deverá seguir as datas do calendário do PIS 2021 e também as exigências da lei.

Calendário do PIS 2021

O calendário do PIS  2021 é uma ferramenta para organizar um direito adquirido pelos trabalhadores de carteira assinada.

O PIS é uma espécie de 14º salário que o trabalhador recebe após 5 anos de trabalho formal cadastrado.

Constantemente, há alterações nas regras que ditam quem deverá ou não receber o pagamento do PIS 2021.

Diferenças do PIS, PASEP e Abono Salarial

Além das regras que mudam rapidamente, os termos “PIS”, “PASEP” e “Abono Salarial” se confundem quando tocamos neste assunto.

Veja a seguir a diferença em cada um deles:

  • PIS – A sigla remete ao Programa de Integração Social (PIS). Este beneficia os trabalhadores formais de empresas privadas.
  • PASEP – Este é o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP), organizado para pagar os funcionários públicos. Clique para acessar o calendário PASEP 2021.
  • Abono Salarial – É o termo da lei para o pagamento deste direito do trabalhador. Baseado na Lei 13.134/15.

Hoje falaremos sobre o calendário PIS 2021.

Regras e Calendário PIS 2021

Se você já recebe o benefício através de um calendário PIS 2021 ou começa a receber este ano, deve saber quais são os critérios que definem o direito de receber o PIS.

A regra principal do PIS é:

O trabalhador recebe após 5 anos de cadastro no PIS.

Poderão receber o PIS trabalhadores que:

  • Estão no PIS há no mínimo 5 anos;
  • Receber até 2 salários-mínimos federais
  • Ter trabalhado para Pessoa Jurídica por, no mínimo 30 dias, podendo ser seguidos ou somados ao longo do ano-base;
  • A empresa (Pessoa Jurídica) precisa declarar o cadastro do trabalhador na Relação Anual de Informações Sociais – RAIS. Este último é conferido pelo sistema da Caixa, para liberar o pagamento do trabalhador. Para mais detalhes sobre quem tem direito ao PIS ➜ Caixa PIS 2021

Quem não pode receber PIS 2021

Para esclarecer, muitos trabalhadores não tem direito a receber nas datas estipuladas no calendário PIS 2021, veja quais são eles:

  • Empregados domésticos;
  • Trabalhador Jovem Aprendiz;
  • Trabalhadores que trabalham para Pessoa Física, sendo o trabalho rual ou urbano;
  • Diretores de empresas sem vínculo empregatício, mesmo
  • contribuinte do FGTS.

Além dos trabalhadores que não completaram os 5 anos de cadastro PIS.

Consulte o seu PIS 2021

Para verificar a o seu cadastro e se você poderá receber nas datas do calendário, basta fazer a consulta PIS 2021, no seu cadastro (se você não está cadastrado, clique aqui).

  • Acesse o site da Caixa → Clique aqui
  • Selecione o menu ‘Para trabalhadores’;
  • Opção ‘PIS’;
  • Clique em ‘ Consultar pagamento’.
  • Na página de serviços caixa você preencherá:
  • Número do NIS e Senha de Internet
  • Quem não possui senha de internet seleciona a opção:
  • ‘Cadastrar senha’.

Nesta página você verificará o seu cadastro e os pagamento na sua conta.

Prazo do calendário PIS 2021 para sacar

Quem tem direito a sacar o benefício deve fazer isso dentro do prazo estipulado no calendário PIS 2021, pois, ao contrário de outros programas do governo federal ele dificilmente ele será prorrogado.

Perdi o Prazo. E agora?

Se você deixou o prazo passar, você não terá direito ao valor neste ano.

Toda vez que isso acontece, o dinheiro retorna para o chamado FAT – Fundo de Amparo ao Trabalhador.

Não recebi o PIS 2021, mesmo dentro do prazo

Se você está dentro do prazo do calendário PIS 2021, compareceu as agências ou caixas eletrônicos para sacar o valor e não recebeu, você deve:

Rever se você cumpre todos os requisitos para receber

Comparecer ou ligar para o atendimento do banco, que no caso do PIS é a Caixa Econômica Federal.

Read More → Benefício do Governo é pago de acordo com o mês de nascimento do trabalhador

O programa Educa Mais Brasil existe há 11 anos, e já contemplou cerca de 300 mil estudantes. O programa criado pelo governo dá bolsas de estudo aos alunos selecionados que se inscrevem no programa. E desta forma tem apoio de uma parte do valor da mensalidade do seu curso pago pelo programa Educa Mais Brasil.

O programa abrange cursos de ensino a distância (EAD) e curso presenciais. Em todo país já existem aproximadamente 4.700 instituições que são parceiras do programa, por isso as chances de conseguir uma bolsa de estudos não são poucas.

Expectativas do Educa Mais Brasil para 2021

Para o ano de 2021, a expectativa é que o programa Educa Mais Brasil se amplie, e torne-se parceiro de mais instituições. Desde instituições de ensino básico, até faculdades que ofereçam graduação e pós-graduação, podem ser parceiras do programa, e oferecer descontos de até 70% do valor de um curso.

Se em outros anos o programa já disponibilizava 120 mil bolsas de estudos, para alunos de todos os níveis, em 2021 espera-se que esse número seja ainda maior!

Sobre as inscrições no Educa Mais Brasil

As inscrições no programa são feitas exclusivamente pelo site: www.educamaisbrasil.com.br. Para participar você deve preencher uma ficha que está disponibilizada no site, e esperar que a comissão avaliadora do programa analise a sua situação.

Os candidatos aprovados no Educa Mais Brasil receberão informações sobre como formalizar o pedido, e começar a usufruir do benefício.

Critérios de seleção para a bolsa de estudos

Para conseguir uma bolsa de estudo, o candidato precisa ter documentos que comprovem que ele não poderá arcar com 100% da mensalidade do curso.

Além disso, é exigido que o candidato não esteja cursando um ensino superior por 6 meses, contados até a solicitação do pedido de bolsa.

O candidato interessado a bolsa também deve ter prestado o Exame Nacional do Ensino Médio, pois os critérios de seleção envolvem o desempenho do aluno no ENEM e os dados socioeconômicos do candidato.

É obrigatório que o interessado faça o vestibular na faculdade de interesse, visto que a bolsa só será concedida para alunos aprovados pela IES.

Caso o candidato não consiga a bolsa no mesmo período que fez a inscrição na instituição de ensino, mas conseguir em outro período, não será necessário a realização de outra inscrição, mas o candidato poderá utilizar o portal do aluno para fazer alterações em seu cadastro.

Documentos necessários para a inscrição

Além da realização do vestibular ou do exame avaliativo na Instituição escolhida, o candidato deve estar munido de documentos que comprovem que ele não pode pagar o curso desejado.

Também é preciso estar com os documentos pessoais em mãos: RG, CPF, Certidão de nascimento e outros documentos que serão informados na solicitação do programa de Bolsas.

Qualquer documento exigido deve ser previamente digitalizado, pois as entregas serão exclusivamente online.

Só poderá participar do programa alunos que se interessaram por instituições parceiras do programa Educa Mais Brasil, para saber se a instituição que você pretende cursar está no programa, acesse o site e procure-a na aba: cidade, cursos e instituição.

ATENÇÃO: preencha com cuidado os seus dados pessoais, e não preste informações inverídicas no seu cadastro. Caso o programa Educa Mais Brasil, ou a instituição de ensino, venha a constatar alguma informação inválida poderão rescindir o contrato. Por isso é necessário comprovar a veracidade das informações cadastradas no site.

Outras informações sobre o programa

O programa Educa Mais Brasil também oferece bolsas de estudo para:

  • Interessados em cursar um ensino técnico;
  • Ensino de jovens e adultos (EJA)
  • Bolsas de ensino básico
  • Graduação
  • MBA e Pós-graduação
  • Cursos livres

O curso Educa Mais Brasil é um programa de inclusão social e por isso oportuniza a realização de um sonho: o ingresso em uma instituição de ensino de qualidade.

Read More → Programa oferece bolsas de estudos com 70% de desconto a estudantes

O Seguro Desemprego é um benefício pago quando um funcionário com carteira assinada é demitido. Ele serve como auxílio temporário para a recolocação no mercado de trabalho. Mas pode ser perdido se o trabalhador não seguir todas as normas. Saiba mais a seguir.

O que é o seguro desemprego?

Um dos benefícios do trabalhador com carteira assinada mais importante é o seguro desemprego. Amparado pelas Consolidações das Leis de Trabalho (CLT), ele é pago em parcelas de acordo com os meses trabalhados no ano anterior até o momento.

O que ampara legalmente este pagamento é o Decreto-Lei n.º 2.284, de 10 de março de 1986. Também está amparado na Constituição Federal desde 1988 por meio do Programa do Seguro-Desemprego. É um dos direitos do trabalhador que não se pode abrir mão.

O objetivo de tal pagamento mensal em parcelas no valor de um salário mínimo vigente é suprir uma necessidade temporária de ajuste de contas do desempregado. Por isso ele só pode ser solicitado quando a empresa encerrou o vínculo empregatício.

Como funciona o seguro desemprego

O benefício trabalhista deve ser acionado quando o trabalhador for desligado da empresa. Para ter direito é preciso cumprir algumas regras, como:

  • Ter sido demitido sem justa causa;
  • Estar na condição de desempregado – se for uma mudança de empresa na carteira não há como obter o benefício;
  • Ter trabalhado por entre 12 e 18 meses com carteira assinada;
  • Ter trabalhado ao menos 9 meses com carteira assinada no ano anterior;
  • Não ter outra fonte de renda – não ter um segundo emprego;
  • Não estar recebendo nenhum benefício prestação continuada da Previdência Social.

Se todos os requisitos acima forem cumpridos é possível realizar o requerimento do seguro desemprego. Essa solicitação pode ser feita no Ministério do Trabalho de sua cidade e em agências da Caixa Econômica Federal ou ainda no SINE (Sistema Nacional de Emprego).

Os documentos necessários para solicitar o seguro desemprego são:

  • Carteira de trabalho;
  • Documento pessoal com foto (identidade ou CNH ou passaporte);
  • Número do PIS ou Pasep dependendo de qual vínculo era do empregado.

Uma vez solicitado é só aguardar a data informada para realizar o saque do benefício em uma agência da Caixa Econômica Federal.

O que pode te fazer perder o seguro desemprego

Apesar de ser um benefício garantido a todo trabalhador, é preciso cumprir as regras acima para obter o seu direito. Também é necessário não ter certos tipos de conduta.

Demitidos por justa causa perdem o direito ao seguro desemprego. Entende-se que se a demissão foi causada pelo empregado não há porque lhe dá um benefício. Ele deve ter uma renda ou não fez a sua parte do acordo com a empresa para quebrar o contrato assinado por ambas as partes.

Recusar-se a uma nova vaga de emprego também é um motivo para perder o seguro. Entendem-se mais uma vez que há uma estabilidade financeira uma vez que a verba é destinada a amparar quem não consegue e não quem rejeita empregos.

Fraudes em documentos também fazem o benefício ser suspenso de pronto. Estar empregado também.

Read More → Por quais motivos você pode perder o direito ao Seguro Desemprego?

O IPVA – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, é o imposto anual que deve ser pago aos proprietários de veículos em todo o país.

O IPVA é de caráter estadual, ou seja, cada unidade da federação é responsável pela definição das regras para o recolhimento, bem como situações onde pode haver descontos e isenção.

No Estado de Minas Gerais a legislação e fiscalização do IPVA compete à SEFAZ – Secretaria de Estado de Fazenda e também do Detran – Departamento Estadual de Trânsito. As regras são definidas sempre entre outubro e dezembro de um ano, passando a ter vigência em janeiro do ano seguinte.

O valor do IPVA MG 2021 a ser pago pelos contribuintes é calculado sobre os preços médios de mercado multiplicado por sua alíquota.

O valor de mercado é avaliado pela tabela da FIPE – Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas. As alíquotas do IPVA MG são de 1,0% para veículos novos de cilindrada igual ou inferior a 150, de 1,5% para Caminhões, Ônibus ou Micro-Ônibus, de 2% para Ciclomotor, Motocicleta, Triciclo e Quadriciclo e de 2,5% para Automóvel, Camionete, Camioneta de uso misto e utilitário;

Pagamento IPVA MG

Ainda em dezembro são enviados às residências dos contribuintes os documentos para pagamento do imposto, pelos Correios.

O contribuinte que optar pelo pagamento à vista, em Cota Única, receberá desconto de 15%. O vencimento da Cota Única é o mesmo da primeira parcela, em janeiro.

Outra opção é o parcelamento, em até cinco vezes, sem direito a descontos e vencimentos em janeiro, fevereiro, maço, abril e maio.

O pagamento do IPVA MG 2020 poderá ser efetuado diretamente nos Bancos Credenciados, pela internet, autoatendimento (caixas eletrônicos) e guichês de atendimento. Os bancos credenciados são: Banco do Brasil, Itaú Unibanco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Bancoob, Sicredi, Banco Rural, Bradesco e Safra.

Consulta e 2 Via

Quem tiver problemas no recebimento do documento para pagamento poderá consultar e emitir a 2 Via do IPVA MG 2021 no Detran ou no site da SEFAZ, disponível no endereço eletrônico.

Maiores informações poderão ser obtidas neste mesmo site informado acima, nas Agências Fazendárias (AGENFAS), pelos telefones: (67)3389-7819 / 7820 / 7804, e também na Unidade de Outros Tributos/IPVA, localizada na Rua João Pedro de Souza, 966, das 7h30 às 13h30.

FONTE: https://ipva2021.net.br/ipva-2021-mg/.

Read More → Multas são aplicadas sobre devedores de Impostos

Todos os anos os brasileiros são contemplados com centenas de concursos públicos sendo realizados em todas as regiões, oferecendo oportunidades de todos os níveis de escolaridade e para diversos cargos. Com a chegada de mais um ano, é comum que os concurseiros estejam curiosos para saber quais são os concursos mais aguardados para esse ano.

Já existe uma lista dos concursos que devem acontecer esse ano e que devem receber um grande número de inscrições. Com essas informações você poderá escolher em quais concursos participará e assim começar a estudar.

1 – Concursos Públicos da Polícia Federal

Os concursos públicos da Polícia Federal sempre são muito aguardados e concorridos. Recebem centenas de inscrições e candidatos se preparam com meses de antecedência para que consigam tirar uma boa nota e garantir a oportunidade. Segundo o pedido enviado ao Ministério do Planejamento, o concurso da Polícia Federal irá oferecer em torno de 1,7 mil vagas para cargos como Agente, Escrivão, Delegado e Perito.

A Polícia Rodoviária Federal também deverá realizar um dos concursos mais concorridos nesse ano, com mais de 2,7 mil vagas para Policial Rodoviário.

2 – Concurso Público da Receita Federal

Os concursos da Receita Federal também são concorridos e oferecem ótimas remunerações para os selecionados. O órgão enviou uma solicitação para o Ministério do Planejamento que englobava mais de 2 mil vagas para o cargo de Auditor, onde os salários podem chegar a R$19 mil.

O concurso também é extremamente difícil, pois engloba muitas disciplinas para os candidatos estudarem.

3 – Banco Central

O Banco Central enviou ao Ministério do Planejamento uma solicitação para realização de certame, onde há a oferta de cerca de 900 vagas. É um concurso concorrido e difícil, pois engloba várias questões sobre economia e contabilidade, por isso aqueles que mais se dão bem são os graduados na área.

O concurso ainda não foi aprovado, mas já é grande o número de brasileiros interessados que começaram a se preparar.

4 – Concurso Público do INSS

O INSS é um órgão cujos concursos públicos são altamente concorridos. A solicitação de certame para o Ministério do Planejamento engloba cerca de 16 mil vagas, mas ainda não se sabe ao certo se realmente irá acontecer esse ano.

Isso porque o último concurso ainda está vigente e possui alguns candidatos aprovados que não foram chamados, por isso o melhor a fazer é se organizar e esperar por mais informações.

5 – Ministério Público da União

A remuneração para o cargo oferecido no concurso pode chegar a R$7 mil, o que o faz muito aguardado por milhares de brasileiros. O edital está previsto para ser liberado em agosto, visto que não precisa esperar autorização do Ministério do Planejamento. Por isso todos os interessados devem ficar de olho e já devem ir se preparando para o concurso, adquirindo apostilas e juntando dinheiro para arcar com a taxa de inscrição.

6 – Tribunal Regional do Trabalho

Os tribunais do país inteiro devem realizar certames no próximo ano. Os concursos devem oferecer vagas para cargos de Analista e Técnico e ainda não há uma previsão de lançamento. Fique de olho no site do Tribunal Regional do Trabalho de sua cidade para não perder quando o certame for lançado.

Read More → Os concursos mais aguardados do ano
Abaixo os estudantes que participarão do Exame Nacional do Ensino Médio poderão conferir importantes informações a respeito do Sistema de Seleção Unificada, inclusive sobre datas, inscrições e dados de renda para o Sisu 2021. Acompanhem! Em breve serão aplicadas as provas do Enem 2019. Os estudantes que participarem das provas do exame poderão utilizar suas notas para concorrer às vagas dos Programas do Governo Federal, como o Prouni (Programa Universidade Para Todos) e também o Sisu.
Enquanto o Prouni seleciona estudantes para bolsas parciais e integrais em faculdades particulares o Sisu seleciona os candidatos para ingresso nas instituições públicas de ensino superior em todo o país.
Em breve o – Ministério da Educação divulgará o edital do sistema com todas as informações sobre a edição do primeiro semestre, que é realizada em janeiro, logo após a divulgação dos resultados do Enem. Porém, como o sistema é realizado desde 2010 com basicamente as mesmas regras já é possível se ter uma noção sobre o calendário e cronograma do Sisu 2021. As regras para o Sisu 2020 também devem seguir sem alterações em relação aos últimos anos.
Assim como todo processo de seleção o Sisu possui seus requisitos mínimos e regras que devem ser atendidas pelos candidatos, e com a aprovação da Lei de Cotas, em agosto de 2012, um ponto importante que deverá ser observado pelos candidatos é a questão da Renda para o Sisu 2020.

Como Funciona?

De acordo com a Lei de Cotas, em 2020 pelo menos 50% das vagas em instituições públicas de ensino superior serão reservadas para os cotistas, que são os estudantes egressos da rede pública de ensino. Das vagas reservadas aos cotistas, metade é destinada a estudantes com renda familiar mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa. Dessa forma, no momento da inscrição Sisu, o candidato terá que escolher o tipo de vaga que pretende concorrer. Além do fator da renda, as vagas são divididas também de acordo com a raça dos candidatos, para negros, pardos e índios (Veja mais Em Cotas do Sisu 2020).
É preciso ter bastante atenção na opção escolhida, pois em caso de aprovação naquela opção o candidato deverá confirmar tal condição declarada mediante apresentação de documentos comprobatórios às instituições. Esta comprovação ocorre no momento da matrícula do candidato na instituição para a qual se inscreveu, dentro do prazo estabelecido pelo
Cronograma Oficial. O estudante que não comprovar as condições previamente prestadas ao sistema durante a inscrição perderá o direito à vaga.

 

Read More → Qual a renda mínima para ter direito a uma bolsa de estudos?

Concurso Banco do Brasil 2021: Mais uma oportunidade para quem deseja ingressar em uma grande empresa através de concurso público e ter a sonhada estabilidade.

O BB – Banco do Brasil tem previsão de abertura de edital e inscrições para o ano de 2021.

O Concurso Banco do Brasil 2021 deve ser anunciado em breve. As vagas são para escriturário, com carga horária semanal de 30 horas semanais e salário de R$ 2.523,46 mais benefícios, que ultrapassam R$ 1,1 mil mensais.

Além do salário e benefícios o funcionário recebe participação semestral nos lucros e resultados da empresa.

Para participar do Concurso Banco do Brasil 2021 o candidato deve ter idade mínima de dezoito anos na data da contratação, comprovar a conclusão de curso de ensino médio em instituição credenciada ao MEC – Ministério da Educação, além de estar com situação eleitoral e militar regularizadas.

Inscrições e Edital Concurso BB

Ainda não foi divulgada a Banca Organizadora do Concurso Banco do Brasil 2021, mas tudo indica que seja a ou – Fundação Carlos Chagas, que há anos são responsáveis pelo certame do BB para todas as regiões do país.

Como acontece em todo certame, é cobrada dos candidatos uma taxa de inscrição, entre R$ 40,00 e R$ 60,00. Candidatos de baixa renda podem solicitar ainda isenção do pagamento da taxa nas condições e prazos estabelecidos pelo Edital, no site da Banca.

No ato da inscrição o candidato deverá informar a macrorregião/microrregião de classificação para a qual pretende concorrer, além da cidade de realização da prova.

Isto por que o BB não oferece vagas para localidades (cidades) específicas e assim os candidatos são classificados por região e lotados em dependência que houver vagas no momento da convocação.

Os locais de realização das provas do Concurso Banco do Brasil 2019 serão divulgados posteriormente e poderão ser consultados no site da organizadora.

Os candidatos terão que resolver questões de múltipla de Português, Raciocínio Lógico-Matemático, Atualidades, Cultura Organizacional, Técnicas de Vendas, Atendimento, Informática e Conhecimentos Bancários, além de prova discursiva (redação).

Em breve atualizaremos esta página com informações do Concurso Banco do Brasil 2021. Aguardem! Bons estudos!

Read More → Oportunidade para quem deseja ingressar em uma grande empresa

A Secretaria Estadual de Educação do Amazonas melhora escola com recursos do Projeto de Adequação do Prédio Escolar (PAPE).

Ivonete Souza Lima, de Piçarra, Pará, mãe de Uesley, seis anos, escreveu denunciando que o garoto está sofrendo maus-tratos na escola. O Conselho da Criança e do Adolescente de Piçarra está apurando o caso.

Goiânia está completando 66 anos e o Escola Brasil comemora falando do projeto educacional: Correspondência – uma função social, da professora Irenice Bento. Ela orientou a sua turma de aceleração a trocar cartas com os alunos da 4a série de outra escola. Houve constrangimento no início porque os destinatários respondiam cartas mais elaboradas, mas o resultado foi bom pois os estudantes da escola municipal Stephane Alves Bispo quiseram se igualar aos colegas e aprenderam mais rápido a desenvolver as ideias e a utilizar as regras do português.

É importante que todos os estudantes tenham uma educação de qualidade, mas, caso você não possua dinheiro para isso, poderá participar do Educa Mais Brasil que oferece bolsas de estudos de até 70%.

A inscrição no programa pode ser realizada em diferentes níveis de ensino, desde a educação básica até a pós-graduação, e você pode acessar o site oficial durante o ano todo e se inscrever. Aproveite essa oportunidade e inicie ou continue os seus estudos o quanto antes.

O Dia da Aviação.

Plano de Educação Profissional do Pará – PEP. O estado promove cursos de qualificação profissional para qualquer pessoa que queira aprender mais. Os cursos são de graça e estão sendo oferecidos em todas as cidades do estado (143 municípios).

Luiz Alberto dá uma aula de física. Como um avião, tão pesado, pode voar? Entrevista com o professor de Física da UnB, Marcos Lacerda.

Sábado – 23/10 – Dia da Aviação

Domingo – 24/10 – Aniversário de Goiânia e de Manaus</p>

Read More → Secretaria Estadual de Educação do Amazonas divulga melhoras na educação